Rede de Bibliotecas
Educador transforma geladeiras em bibliotecas para a população do Distrito Federal

A iniciativa do projeto veio do educador popular Lucas Rafael, 30, morador do Guará há 16 anos.

"Me inspirei no açougue T-Bone que disponibiliza livros nas paradas de ônibus há alguns anos. Porém, quando chove ou venta demais, as obras ficam danificadas. Como já usava a geladeira em casa para guardar documentos, coloquei alguns exemplares e disponibilizei para a população na QE17. Fiquei surpreendido com o resultado. As pessoas estão sempre doando e as obras não ficam danificadas".

O projeto de Lucas vem se estendendo com o tempo. Além do refrigerador na QE 17, há outra na QE 32.A iniciativa tem colaboração de um grupo de grafiteiros que utilizam a arte como forma de chamar a atenção dos moradores.

"Sem as cores, as pessoas iriam achar que a geladeira está abandonada. Queremos despertar o prazer da leitura nas pessoas e mesmo sem ajuda do governo, vamos conseguir".

Todo o material necessário para a criação e manutenção do projeto sai do bolso de Lucas. Ele tenta no momento uma parceria com Secretaria de Cultura para disponibilizar livros de artistas locais. "A população nos ajuda bastante com doações. Mas queremos levar a geladeira para cada Praça do Distrito Federal. O que desejamos é refrescar ideias e ventilar novas construções de mundo e de personalidade."

Fonte: UOL Educação

 
© 2012 - Universidade de Passo Fundo - Divisão de TI